A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu preventivamente um homem, de 55 anos, que no ano de 2008 teria abusado sexualmente de uma garota de 14 anos, em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O suspeito foi preso na última sexta-feira (24/9).

Conforme investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher em Betim (Deam), à época do crime, o suspeito teria invadido a residência da vítima, onde a estuprou e cometeu roubo. “A adolescente foi surpreendida pelo homem, que a amordaçou na cama dos pais dela e a constrangeu à conjunção carnal mediante ameaças e violência, além de outros atos libidinosos. Antes de fugir, o homem levou o celular da vítima e um dinheiro que estava na casa”, detalha a delegada Ariadne Elloise Coelho.

Ainda segundo a delegada, a vítima, que era virgem, recebeu atendimento médico, onde se constatou o rompimento do hímen. À época, a Polícia Civil empreendeu todos os esforços para identificação do suspeito e, encerrados todos os levantamentos investigativos, o procedimento foi arquivado em 2017.

Reconhecimento

No início deste ano, a vítima se deparou com o suspeito na rua e o reconheceu. A Polícia Civil então obteve a identificação do homem e o inquérito policial foi desarquivado. “Nós formalizamos o auto de reconhecimento do investigado, que compareceu à delegacia, mas que em interrogatório negou os fatos”, explica a delegada.

Dias depois, a vítima encontrou novamente o suspeito na rua, próximo à casa dela, e informou à polícia ter sofrido ameaças. A Polícia Civil solicitou então à Justiça o mandado de prisão preventiva, que foi deferido e cumprido na última semana. “Importante ressaltar que nos registros criminais do suspeito consta também prisão em flagrante em 2001 pelo antigo e revogado crime de atentado violento ao pudor”, conclui Ariadne.

O Ministério Público já denunciou o investigado, que será encaminhado ao sistema prisional.