A ação vai acontecer no dia 21 de outubro em Nova Lima. As barragens B3/B4 estão em risco iminente de rompimento.

A Defesa Civil de Minas Gerais, de Nova Lima – na Região Metropolitana de Belo Horizonte – e a mineradora Vale vão realizar, no dia 21 de outubro, às 10 horas, um simulado de emergência na Zona de Autossalvamento (ZAS) das barragens B3/B4, B6, B7 e Taquaras, da mina de Mar Azul; barragem 5, da mina da Mutuca; e Capão da Serra, da mina de Tamanduá; todas localizadas em Nova Lima.

A expectativa é que cerca de 100 pessoas do distrito de Macacos participem da atividade, que começa com o toque de sirenes. Os moradores devem seguir as rotas de fuga e se dirigir aos pontos de encontro localizados em área segura.

O simulado faz parte do Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM) e busca orientar a população sobre como proceder em caso de emergência.

Em nota, a mineradora disse que o objetivo é reforçar a prevenção e orientar a população sobre como proceder em caso de emergência.

“Serão tomados todos os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19, segundo as orientações das autoridades de saúde do município, tendo como foco a segurança dos trabalhadores e dos moradores das localidades”, falou.

Como medida preventiva, haverá interdição temporária do trânsito de veículos em algumas vias durante a execução das atividades.

Ainda segundo a Vale, não houve alteração na condição de segurança das estruturas.

“As estruturas B6, B7, Capão da Serra e Taquaras possuem Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) positiva, a barragem 5 encontra-se em nível 1 de emergência e B3/B4 permanece inativa e em nível 3 de emergência, com moradores da ZAS já realocados”.

Área de inundação das barragens B3 e B4 aumentou e mais famílias deixaram as casas onde moravam, em Macacos — Foto: Reprodução / TV Globo

Fonte: G1MG