Nessa terça-feira (19/10), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em uma ação integrada com a divisão de meio ambiente da Prefeitura de Guaxupé e com os agentes de vigilância sanitária municipal, efetuaram o resgate de um cachorro em situação de maus-tratos.

A proprietária do animal, uma mulher de 30 anos, foi encaminhada à delegacia, onde teve sua prisão ratificada pelo crime de maus-tratos contra animais, sendo encaminhada ao sistema prisional.

O delegado responsável pela investigação, Tales Moreira, destacou a importância da ação integrada. “Seguimos de forma consistente com a aplicação da lei penal e proteção a animais em situação de abandono e maus-tratos, e tais ações dependem em grande parte da contribuição da população em denunciar esse crime. Se qualquer um verificar a ocorrência destes ilícitos faça contato com a equipe da Delegacia em Guaxupé. Toda demanda será verificada, e os animais nessas circunstâncias serão resgatados”, concluiu.

O resgate

A ação, que se desenrolou no bairro Parque dos Municípios II, em Guaxupé, foi deflagrada em razão de diversas denúncias anônimas que aportaram na delegacia, informando que dois cães haviam sido abandonados pela dona em um imóvel, sendo que um já teria vindo a falecer.

No local, foi verificada a situação flagrancial de maus-tratos, sendo dada ordem pela autoridade policial presente para que se entrasse no imóvel e resgatasse o animal que sofria com o abandono. O cão estava debilitado e ferido, em meio a uma enorme quantidade de fezes e outros tipos de materiais deixados pela proprietária.

O salvamento do cão foi então realizado pela equipe da prefeitura, com participação de veterinário especializado que atestou a presença de focos de miíase (popularmente conhecidos como “bernes” ou “bicheira”) bem como a fraqueza do cão, que mal conseguia se manter de pé.

A equipe de vigilância sanitária da prefeitura local ainda procedeu vistoria no imóvel, identificando diversos pontos de água parada infestados de dengue, e efetuaram a limpeza do imóvel.

A prisão

Em continuidade à ação, a equipe policial, em atividade investigativa, localizou a proprietária do animal morando em outro imóvel, para o qual havia se mudado há alguns meses, após abandonar o cão resgatado, recebendo esta voz de prisão em flagrante.

Animal receberá cuidados

O cão resgatado foi encaminhado a uma clínica veterinária credenciada pela Prefeitura de Guaxupé, onde receberá os devidos cuidados para restabelecer sua saúde, quando então será disponibilizado para a adoção, sendo que interessados em receber o dócil animal devem procurar a divisão de meio ambiente da Prefeitura de Guaxupé.

Clique AQUI para assistir ao vídeo. Inscreva-se no nosso canal e ative as notificações para acompanhar as novidades e ser avisado assim que a nossa live começar.