A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desenvolve, desde a última sexta-feira (22/10), a operação Sepulcro. As ações policiais têm por objetivo reprimir furtos qualificados em cemitérios nas regiões dos municípios de Poço Fundo, Paraguaçu, Campestre, Muzambinho, Elói Mendes e Varginha.

A equipe da PCMG em Poço Fundo apurou uma série de ocorrências envolvendo objetos furtados em cemitérios, como estátuas de metal e outros bens que adornavam túmulos. Na sexta-feira, na cidade de Elói Mendes, um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva foram cumpridos em desfavor de um dos investigados. Já nessa terça-feira (26/10), os policiais civis cumpriram, em Varginha, dois mandados de busca e apreensão expedidos contra um suspeito de receptar os objetos furtados. As buscas foram realizadas em uma cooperativa de reciclagem da cidade.

Durante a operação, foram apreendidos objetos que se assemelham a alças metálicas de jazigos, dentre outros artefatos, bem como o valor aproximado de R$50 mil em dinheiro, celular e caderno de anotações, que irão auxiliar na continuidade das investigações.

O inquérito policial tramita pela Polícia Civil em Poço Fundo. Participaram da operação também policiais civis das Delegacias Regionais em Alfenas e Varginha; e das Delegacias em Paraguaçu, Machado, Muzambinho e Elói Mendes.