Policial foi atropelado por um homem de moto que furou o bloqueio militar; três homens foram presos

Um sargento da Polícia Militar foi atropelado e teve as duas pernas quebradas durante abordagem a dois suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas, no bairro Juliana, na região Norte de Belo Horizonte, na noite da última terça-feira (26).

 De acordo com o boletim de ocorrência, a PM recebeu uma denúncia de que os homens haviam furtado um carro e que estavam na rua Joaquim Clemente em atitude suspeita. 

Quando os policiais chegaram ao local, se depararam com dois homens em um veículo. Imediatamente, os militares começaram a revistar os homens. Com a dupla, foi encontrada uma quantia de R$ 4.000, um tablete de maconha e pinos de cocaína. 

Um deles contou para a polícia que a dupla mora em Passa Tempo, no Centro-Oeste de Minas. O homem também disse que os dois teriam vindo para a capital mineira para traficar e que eles estavam no local porque aguardavam por um amigo que chegaria em uma moto amarela, quem receberia as drogas.

Bloqueio militar

Ainda conforme a ocorrência, a polícia fechou a rua e realizou uma barreira. Quando o condutor da moto percebeu a interdição militar, desobedeceu a ordem de parada e atropelou o policial, que teve fratura exposta nas pernas e também escoriações pelo corpo. 

Militar ferido

O PM foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro Risoleta Tolentino Neves, na região de Venda Nova, onde realizou cirurgia nas pernas. Em seguida, ele foi transferido para o Mater Dei, no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul.

Segundo a ocorrência, o sargento, que teve a identidade preservada, terá que ficar cerca de quatro meses afastado da corporação para a realização de tratamentos médicos.

Presos

Os três suspeitos foram presos. Com eles, a polícia apreendeu R$ 4.000 em dinheiro, maconha e cocaína. O carro e a motocicleta também foram recolhidos.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, o condutor da moto, um homem, de 33 anos, estava foragido da Justiça. Ele responderá por tentativa de homicídio e tráfico de drogas.