A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu a investigação relativa a um grupo de pessoas de uma mesma família, residentes em Lavras, Sul do estado, que praticou dezenas de crimes de estelionato no município e nas cidades de Perdões e Nepomuceno, com o chamado “golpe da falsa instalação de TV por assinatura”. Três homens e duas mulheres são procurados.

Os suspeitos instalavam aparelhos que captariam sinais de TV por assinatura, quando na verdade os equipamentos utilizados não eram capazes de receber as transmissões. Os serviços eram ofertados por R$ 500 em páginas de redes sociais.

A Polícia Civil apurou que, entre os anos de 2018 e 2021, foram praticadas dezenas de crimes no município de Lavras e região por parte da associação criminosa. Ao todo, a PCMG concluiu 15 inquéritos policiais relativos aos crimes.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional em Lavras, solicita o apoio da população com quaisquer informações que possam auxiliar na localização dos foragidos ou na identificação de novas vítimas, por meio do WhatsApp (31) 97595-5150 ou dos números telefônicos (35) 3829-3574, 3829-3572, 3829-3576 e 3829-3551.

Procurados:

Adriano Coelho de Mello, 44 anos.

Felipe de Oliveira Mello, 27 anos.

Jéssica Gomes Pereira, 21 anos.

José Silvio de Oliveira, 72 anos.

Sthefania Oliveira Silva, 26 anos.

CARTAZES DOS PROCURADOS AQUI