Foto: PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu mandado de prisão preventiva expedido contra um taxista, de 38 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma passageira, de 19. O homem foi preso no último sábado (13/11), em Porteirinha, Norte do estado.

As investigações iniciaram no dia 8 deste mês, quando a vítima procurou a polícia para denunciar o crime. Na ocasião, ela explicou que estava conversando com um jovem há algumas semanas, por meio de aplicativo de celular, e os dois resolveram marcar um encontro. Segundo a vítima, o taxista foi contratado pelo rapaz para levá-la ao local combinado para se conhecerem, mas, durante o trajeto, cometeu o crime.

De acordo com o delegado André Brandão, que coordena as investigações, a jovem se encontrou com o suspeito no lugar previamente combinado para a corrida de táxi. Durante o percurso, o homem desviou a rota, conduziu o veículo para um local ermo e, dentro do carro, cometeu o abuso. Em seguida, ainda conforme relatos da vítima, o suspeito a ameaçou caso ela relatasse o caso à polícia ou ao rapaz com quem pretendia se encontrar.

Diante da gravidade dos fatos, a PCMG representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do suspeito. De acordo com o delegado, a ação rápida e pontual permitiu uma resposta eficiente ao fato, bem como a efetiva manutenção e prevenção aos crimes contra a dignidade sexual.

O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e encontra-se à disposição da Justiça.