Nome do procurado estava na lista da Difusão Vermelha, o que possibilitou sua localização pela polícia portuguesa

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal extraditou na quinta-feira, 18/11, um brasileiro procurado pela Interpol e foragido da Justiça de Minas Gerais. O extraditado é natural de Mariana/MG e acusado de lesar pessoas em sua cidade natal com prejuízo estimado em R$12 milhões.

Investigações realizadas pela Policia Civil mineira identificaram que o preso se passava por investidor financeiro e proprietário de uma empresa de intermediações imobiliárias.Também foi descoberto que o golpista utilizava um aplicativo de celular para disponibilizar ganhos fictícios e com isto motivar as vítimas a aportarem mais dinheiro para ele.

Os cidadãos ludibriados perceberam que haviam caído em um golpe quando tentaram resgatar o capital investido e não conseguiram.

O criminoso deixou o território nacional em março de 2021 para homiziar-se em Portugal.

A Representação da Interpol em Minas Gerais solicitou a publicação da Difusão Vermelha, o que possibilitou à polícia portuguesa localizar e prender o foragido na cidade do Porto.

Escoltado por policiais federais em um voo proveniente de Lisboa, o extraditado desembarcou na tarde da quinta-feira, 18/11, no Aeroporto Internacional em Confins/MG.

O preso será conduzido para o CERESP/Gameleira, onde ficará à disposição da 1ª Vara Criminal de Mariana/MG e responderá pelos delitos de estelionato, falsificação de documentos e exercício irregular da profissão.