Divulgação: PCMG

Uma ação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e da Polícia Penal, na última sexta-feira (17/11), resultou na prisão de um policial penal, de 40 anos, em Muriaé, na Zona da Mata.

Coordenada pela Agência de Inteligência e Informações Policiais da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Muriaé e pela Corregedoria da Polícia Penal, a prisão foi efetuada na casa do servidor, no bairro João XXII.De acordo com as apurações, o suspeito recebia dinheiro para ajudar detentos, que seriam integrantes de uma facção criminosa, a ingressarem no presídio com celulares e outros itens proibidos.No início de novembro, imagens do circuito interno da unidade registraram o momento em que o servidor entrega uma sacola contendo celulares a um detento, que se encarrega de levá-los até outros homens presos em um dos pavilhões.O policial penal estava afastado de suas funções por problemas psiquiátricos. Dias antes da prisão, ele havia sido internado em um hospital da cidade, por ingestão de diversos medicamentos.

O inquérito policial está em andamento visando à total apuração dos fatos, sobretudo à identificação de outros envolvidos